[Lenda]O palhaço da kombi

Também conhecida como a gangue dos palhaços.

Bom, quem nunca teve medo de palhaço é por que nunca assistiu palhaços assassinos, onde eles te enrolam como algodão doce e chupam seu sangue com canudinho, rs…Bela infância eu tive

Essa lenda urbana começou a rolar na boca do povo após uma serie de assassinatos em Osasco, crianças sumindo, crime mal resolvido.

Dizia a lenda que um  grupo de palhaços e uma assistente bailarina viviam por fazer shows nas praças da cidade, sempre rodando em sua Kombi branca, durante o alvoroço, eles raptavam as crianças, tiravam seus órgãos, estupravam ou apenas matavam como um serial killer faz, mata suas vitimas por prazer a sangue frio

Assassino Silencioso.

Essa lenda urbana é uma lenda muito antiga, mas pouco conhecida…

O homem acabou de sair de casa pra ir visitar sua namorada, entrando no carro, ligou os faróis, deu a partida e rumou pra casa dela…

chegando lá, ela o recebeu, e ele ficaram curtindo a noite junto com ela…

Ele acabou esquecendo das horas e quando percebeu eram 3h da manhã…

A namorada muito preocupada sugeriu a ele que ficasse aquela noite na casa dela…Mas ele não acatou o conselho dela, saiu da casa e se dirigiu até o carro, abriu as portas, ligou os faróis, deu a partida e seguiu o trajeto tranqüilo até sua casa próximo ao cais, dai viria o começo dos problemas, as ruas estavam vazias, sua casa era isolada das outras, e ele morava apenas com sua mãe doente…

Ao descer do carro, nada, tudo okay como costumava ser…quando se dirigiu a fechar as portas, havia um assassino embaixo do carro, sem demorar o homem de preto cortou suas artérias e não satisfeito, entrou no carro e passou com ele por cima de sua cabeça…

Conclusão…Sempre olhe embaixo do seu carro, vai saber se um assassino não anda a espreita?só esperando você parar pra cortar suas pernas?

Blood mary, Maria sangrenta

Em 1978, o especialista em folclores, Janet Langlois, publicou nos Estados Unidos uma lenda que até hoje aterroriza os jovens do mundo inteiro, principalmente da América. Trata-se de Bloody Mary, conhecida também como A Bruxa do Espelho, um espírito vingativo que surge quando uma jovem, envolta em seu cobertor, sussurra, à meia-noite, iluminado por velas. diante do espelho da casa de banho banho, 3 vezes as palavras Bloody Mary. Segundo a lenda, o espírito de uma mulher cadavérica surge refletido no espelho e mata de forma sangrenta e violenta as pessoas que estão na casa de banho. Há quem diga que Mary foi executada há cem anos atrás por praticar as artes negras, mas há também uma história mais recente envolvendo uma bela e extremamente vaidosa adulescente que, devido a um terrível acidente de automóvel, ficou com a face completamente desfigurada. Sofrendo muito preconceito, principalmente de seus amigos e familiares, ela decidiu vender a alma ao diabo pela chance de se vingar dos jovens que cultivam a aparência. Muitos confundem a lenda da bruxa do espelho com a história da Rainha Maria Tudor (Greenwich 1516 – Londres 1558), filha de Henrique VIII e de Catarina de Aragão. Tendo se tornado rainha em 1553, esforçou-se para restabelecer o catolicismo na Inglaterra. Suas perseguições contra os protestantes valeram-lhe o cognome “Maria, a Sanguinária” (Bloody Mary). Em 1554, desposou Filipe II da Espanha. Essa união, que indignou a opinião pública inglesa, ocasionou uma guerra desastrosa com a França, que levou à perda de Calais (1558). Dizem que a Rainha, para manter a beleza, tomava banho com sangue de jovens garotas, mas é um fato não confirmado em sua biografia. No princípio da década de 70, muitos jovens tentaram realizar o ritual pois era comum nas casas suburbanas a presença de longos espelhos nas casas de banho banho sem janelas (pouca iluminação). Há um caso famoso de uma jovem nova-iorquina que dizia não acreditar na lenda, mas após realizar a “mórbida brincadeira”, levou um empurrão (é o que os familiares dizem), quebrou o lavatório e foi encontrada em estado de coma. A jovem ainda vive nos EUA, mas sua identidade é um sigilo absoluto. Por que ainda hoje as crianças racionais continuam a chamar pela Bloody Mary, arriscando a vida diante de uma possível tragédia? O escritor Gail de Vos traz-nos uma explicação: “As crianças com idade entre 9 e 12 anos vivem numa fase que os psicólogos chamam de síndrome de Robinson. Este é o período em que as crianças precisam satisfazer seus desejos por aventura, arriscando-se em rituais, jogos e em brincadeiras no escuro. Eles estão constantemente procurando um modo seguro de extrair prazer e desafiar seus medos. É possível que essas crenças em bruxas do espelho tenham a sua origem nos velhos tempos, através das simpatias envolvendo jovens solteiras e futuros maridos. Há muitas variações desses rituais em que as jovens solteiras cantavam rimas diante dos espelhos e olhavam de súbito pois seria possível ver o reflexo do homem com quem vão casar. Já o conceito de espelhos como o portal entre o mundo da realidade e o sobrenatural também veio de épocas remotas. Antigamente, era comum cobrir os espelhos de uma casa em que uma morte tenha acontecido até o corpo ser levado para o enterro. Dizem que se por relance o corpo passar diante de algum espelho, o morto permaneceria na casa, pois o espelho apoderar-se-ia do seu espírito. Filmes: Na produção de 1992 chamada Candyman, um espírito vingativo surge após seu nome ser chamado 5 vezes diante de um espelho. Já no filme Lenda Urbana, dois jovens brincam diante de um espelho e chamam pela Bloody Mary, mas ela não aparece.

Créditos:www. Tenhamedo.pt

A loira do cemitério..

Minha lenda urbana favorita

A muitos anos atrás, dizem q uma mulher ia ter o casamento do seus sonhos, mas o noivo foi infiel a ela, fugindo assim no dia de seu casamento, a historia se espalhou entre as pessoas depois de relatos de diferentes lugares, mas sempre com a mesma pessoa como personagem principal, uma loira vestida em trajes de noiva, q fica a espreita, entre os túmulos do cemitério, dizem que ela também costuma ficar dentro das gavetas, só esperando encontrar homens q foram infiéis…Claro q é uma lenda urbana, bem!!!Pode ser que seja verdade,  afinal, a mesma coisa contada em lugares diferentes, não é uma coisa muito comum certo?

Assim que a loira chegou ao seu casamento, descobriu q o futuro marido, havia fugido com outra mulher, em meio disso, a loira resolveu então acabar com sua vida, passou a gilete nos pulsos, não antes de proferir sua vingança…

Matarei todos os infiéis… Pois é do seu pecado que arde a minha vingança!

Lenda da semana- O ladrão de rins

Tenho certeza que esta lenda urbana é a mais conhecida nos dias de hoje, ela tem aparecido em diversos filmes e senão me engano, ela aparece em um filme, lendas urbanas.

Essa lenda tem muita verdade no fundo, então cuidado onde você costuma freqüentar!!

Um homem é convidado para uma festa, uma das mais badaladas da região, sem pestanejar ele simplesmente segue p/ festa…Chegando lá, cumprimenta todos, conversa com todos e o melhor faz amizade com a maioria, o tempo passa, a festa esquenta, ele conhece uma mulher sentada no canto do bar, ela olhava ele com um ar de desejo…ele claro, foi correndo ver se ganhava a noite(hehehe)…Conversaram cerca de 20 minutos e resolveram seguir para o apartamento dela…Quando chegaram lá o homem desmaiou, cerca de 4 horas, ele acordou numa banheira coberta com gelo e um bilhete ao lado, Ligue para o hospital agora ou você morrerá, o homem apavorado ligou, a atendente muito prestativa, lhe fez a seguinte pergunta, senhor, por acaso, o senhor está sentido alguma dor?

Succubus club, cedido por italo adriano

O homem respondeu que não, não havia dor alguma, passando a mão pelas costas, sentiu algo estranho, se levantou o telefone em uma das mãos e com a outra passou a mão exatamente no mesmo lugar, só ai notou o que antes n havia notado!!

Uma incisão, uns 18cm dos dois lados das costas…Explicou a atendente, e ela já havia entendido, roubaram seus rins senhor…No mercado negro rins podem valer uma fortuna, continuou explicando ela…Espere o socorro chegar e de preferência deitado na banheira de gelo.

Conclusão, festas são sempre lugares onde tudo pode acontecer até mesmo você perder seus dois rins p/ alguma mulher sentada sozinha no bar…

The sinister